Usina Ipiranga traça linhas de plantação 75% mais rápido com drones

Giovana Faria

Se você colocou açúcar no seu café esta manhã, há uma boa chance dele ter começado a jornada para a sua xícara como um único talo plantado em um campo de encosta inclinada. Grande parte da cana do mundo é cultivada neste tipo de terreno montanhoso. Mas mapear as linhas de plantação para um campo inclinado é um processo caro.

Substituir os métodos terrestres tradicionais por um levantamento aéreo realizado por drones melhora a segurança, aumenta a eficiência e reduz os custos de plantio. A Ipiranga Agroindustrial é a prova disso. A usina utilizou dados de drones para criar um mapa de contorno preciso de um campo de 300 acres – rastreando as linhas de plantio do campo 75% mais rápido do que os métodos terrestres.

A Ipiranga Agroindustrial S/A é um dos maiores produtores de açúcar e etanol no Brasil. Suas fábricas de processamento são membros da Copersucar, a principal empresa de açúcar e etanol comercial do Brasil. A Copersucar detém cerca de 12% do mercado mundial de açúcar de livre comércio, atualmente estimado em 58 milhões de toneladas.

A Ipiranga usa o sistema Farm Control da Bembras Agro diariamente para avaliar a saúde das plantas e elaborar planos de altimetria, medir o volume de celulose de cana-de-açúcar. A empresa usou recentemente dados de drone para rastrear linhas para um projeto de plantação de piloto automático perto de São Paulo.

Ao coletar dados por mapeamento aéreo, a Ipiranga não só melhorou a eficiência em 75%, mas também reduziu os riscos de segurança colocados coletando dados a pé. E diminuíram os custos relacionados ao óleo do trator, manutenção e horas-homem no processo.

Representantes da Ipiranga Agroindustrial S / A preparam-se para lançar o seu DJI Inspire 1 em um campo de cana-de-açúcar. Fonte: DroneDeploy

Os mapas de contorno gerados por drone são um método mais rápido e mais seguro para traçar linhas de plantio

Os agricultores de cana-de-açúcar rastreiam frequentemente suas linhas de plantação ao longo dos contornos de inclinação de uma área para evitar a erosão e melhorar a irrigação natural em campos de encostas. Mas o processo de mapeamento dessas linhas de contorno é intensivo em mão-de-obra, geralmente levando vários dias em um trator. Demora cerca de dois dias para rastrear um campo de 300 acres – unindo máquinas e mãos-de-obra valiosas que poderiam ser usadas em outros lugares.

Como um dos principais produtores de cana-de-açúcar, a Ipiranga Agroindustrial tem interesse em simplificar este processo. No início deste ano, eles decidiram ver se os dados do drone poderiam facilitar as coisas.

Como caso de teste, a empresa mapeou um campo de 300 acres perto de São Paulo usando um DJI Inspire 1 equipado com uma câmera RGB padrão. Depois de criar um plano de voo com antecedência no DroneDeploy, eles colocaram Pontos de Controle (GCPs) em todo o campo para garantir o nível de precisão global necessário para criar um mapa de contorno com dados de drone. O próprio drone foi levado a uma altitude de 200 pés, com sobreposição 70/80. Quatro voos, com uma média de 20 minutos cada, trouxeram o tempo total de voo para cerca de 80 minutos.
Do início ao fim, o operador de drone interno da Ipiranga esteva no campo por quatro horas, em comparação com os dois dias necessários para reunir os mesmos dados no chão com um trator. Os drones fizeram o trabalho 75% mais rápido.

“Nós estimamos que nosso retorno sobre o investimento com drones é de 130%, e deve demorar apenas alguns meses para alcançá-lo”, diz o topógrafo da Ipiranga, Edenilson Danezi.

Mapas ortomossômicos e de elevação de campo de cana-de-açúcar de 300 acres em uma encosta perto de São Paulo. Fonte: DroneDeploy

O retorno sobre o investimento para a coleta de dados relizada por drone foi claro. Mas a informação foi precisa o suficiente para atender às necessidades da empresa? Três outras soluções de drone já haviam prometido dados precisos mas não conseguiram fornecer a qualidade da informação necessária para o produtor de cana-de-açúcar.

O Farm Control ajuda a fornecer dados de maior qualidade para os produtores

Depois de sobrevoar o campo, a equipe da Ipiranga processou suas imagens no aplicativo DroneDeploy para criar mapas de alta resolução ortográfica e elevação, além de uma nuvem de pontos 3D. Eles exportaram todos os dados para o AgroCAD, onde criaram um mapa de contorno e um design de plantio. As linhas geradas a partir do mapa de drone georreferenciado já tinham boa precisão de campo, de modo que a equipe só precisava fazer alguns ajustes em lugares com curvas muito acentuadas.

Usando o mapa de contorno, a Ipiranga criou um plano de plantio com linhas espaçadas a 1,40 metro de distância, depois carregou esta informação no piloto automático John Deere em preparação para arar o campo.

O resultado? Assim como planejado, o trator arou o campo perto da costa e a barriga da curva de nível, sem deslocamento. Finalmente, após três outras soluções falharem, o software entregou resultados precisos dignos de aplicação em todos os campos de cana da empresa.

Para aqueles de nós que dependem desse açúcar em nosso café todas as manhãs, essa é uma novidade bem-vinda.

O Valor das Parcerias: Bembras Agro

Os usuários do DroneDeploy ouvem sobre a plataforma de várias fontes diferentes. Mas para empresas como a Ipiranga Agroindustrial, não há nada tão valioso como a orientação de uma fonte local confiável para ajudar a entender o mundo dos drones que está em constante mudança. É aí que parceiros como o Bembras Agro entraram. Depois que a Ipiranga encontrou resultados fracos com outras três soluções de drone, eles pediram a experiência da Bembras e finalmente descobriram o Farm Control.

Nós da Bembras Agro, empresa parceira do DroneDeploy no Brasil, oferecemos uma solução de melhor qualidade que inclui DroneDeploy, drones DJI, treinamento personalizado, seguros e serviços de consultoria. Trabalhamos em estreita colaboração com alguns dos maiores moinhos de cana do país, bem como produtores de outras culturas, para educá-los sobre os benefícios dos drones e ajudá-los a desenvolver seus programas. O DroneDeploy trabalhou em estreita colaboração com a Bembras Agro para capacitar as empresas brasileiras na região a lançar e dimensionar seus programas de UAV.
“Entre todos os softwares que estudamos, a DroneDeploy destacou-se como a que possui melhores resultados em um amplo espectro de localidades, uma ampla gama de ferramentas, maior precisão e capacidade de adaptação às nossas necessidades”. – Johann Coelho, Bembras Agro Co -Fundador e Chief Product Officer.

Fonte: https://blog.dronedeploy.com/